Ads Top

Após fechamento em Goiás, Cecrisa informa que manterá funcionamento de unidade luziense


 
A Cecrisa Revestimentos Cerâmicos S.A, uma das maiores do setor no Brasil, anunciou na última sexta-feira (01/04) que está encerrando suas atividades produtivas em Anápolis, Goiás. A unidade funcionava há 38 anos, empregando quase 180 profissionais.

A decisão ocorre devido à crise econômica e "todos os compromissos com profissionais, clientes e fornecedores serão honrados", esclareceu a empresa em comunicado à imprensa.

As outras três unidades, (duas) em Criciúma (SC) e Santa Luzia (MG), permanecerão em funcionamento, mas fica em alerta pois as unidades no sul do país foram recentemente reestruturadas.

Leia o comunicado:

"Tendo em vista a responsabilidade e o compromisso que a Cecrisa Revestimentos Cerâmicos S.A tem diante dos acionistas, clientes, profissionais, familiares e comunidade, viemos a público fazer o anúncio do encerramento das atividades produtivas na Unidade Industrial 3 – conhecida por Cemina, localizada na Rua VP, 4D – DAIA – Quadra 7 em Anápolis, GO.

A Cecrisa possui mais três unidades industriais, duas localizadas em Criciúma – SC e uma em Santa Luzia – MG. As unidades de Criciúma receberam, em 2015, investimentos em equipamentos com tecnologia de ponta em novas linhas de produção, aumentando a capacidade produtiva da empresa. Esses investimentos foram realizados aguardando um mercado aquecido. Como o mercado não respondeu a essa expectativa, as unidades de Criciúma conseguirão absorver a atual demanda, para que a empresa se mantenha no mercado competitivo.

As atividades produtivas da unidade de Anápolis serão encerradas a partir de hoje – 01/04. Todos os compromissos com profissionais, clientes e fornecedores serão honrados.

Atualmente a unidade possui 176 profissionais. Alguns departamentos, como expedição e recursos humanos, ainda continuarão funcionando no local, até o encerramento total das atividades.

A empresa agradece imensamente a todos os profissionais que fizeram parte da história da unidade de Anápolis nesses 38 anos."
Tecnologia do Blogger.