Ads Top

Com salários atrasados, funcionários da limpeza urbana protestam e pedem socorro



Cerca de 50 funcionários da empresa Sane, em Santa Luzia protestaram na manhã e tarde desta segunda-feira. Eles reivindicam o pagamento do salário, que estaria atrasado um mês. Esses funcionários trabalham na coleta de lixo, que está paralisada a uma semana.

Por Isaac Daniel - santaluzia.notticia.com



Cerca de 50 funcionários da empresa Sane, em Santa Luzia protestaram na manhã e tarde desta segunda-feira. Eles reivindicam o pagamento do salário, que estaria atrasado um mês. Esses funcionários trabalham na coleta de lixo, que está paralisada a uma semana. O local do protesto foi na antiga rodoviária, no bairro Centro, em frente ao alojamento da empresa ECP, que é responsável pela varrição da cidade.

Os coletores de lixo impediram os caminhões da outra empresa sair para fazer o recolhimento do lixo provisoriamente. Um advogado contratado pelos funcionários esteve no local para orientá-los. Eles relatam que estão praticamente dispensados, e que novos coletores de uma outra empresa já devem começar o serviço na próxima quarta-feira. Enquanto isso eles continuarão sem receber.



Sem posicionamento das partes

Representantes da prefeitura estiveram no local e disseram que o pagamento a Sane já havia sido feito, porém a empresa disse que não recebeu nada, por isso não teria como pagar os funcionários da coleta. Um funcionário do Samu (não iremos identificá-lo) também relatou que não recebeu o salário do mês, e que os médicos do Hospital Municipal e da UPA São Benedito estão sem receber a três meses.

Presença da mídia

Estiveram presentes no local para acompanhar os protestos equipes da TV Record e TV Globo.



Tecnologia do Blogger.