Ads Top

Santa Luzia registra "boom" com lançamento de mais de 2000 unidades habitacionais

Santa Luzia registra "boom" com lançamento de mais de 2000 unidades habitacionais

Grandes empresas do setor imobiliário estão apostando em Santa Luzia e já anunciaram a construção de mais de 2000 unidades habitacionais na cidade. Já foram lançados 12 empreendimentos de  condomínios de apartamentos, e outros já estão quase prontos para divulgação.

Isaac Daniel - De santaluzia.notticia.com

Só no bairro Chácaras Santa Inês, no São Benedito, estão sendo construídos 1200 apartamentos. Nos bairros vizinhos Chácaras Del Rey, Gervásio Lara e Luxemburgo outras 680 unidades já estão em construção. O grande número de lançamentos deve-se ao programa habitacional Minha Casa Minha Vida e a ligeira diminuição nos preços dos apartamentos devido a crise econômica.



As empresas estão apostando em benefícios e benfeitorias dos condomínios como pequenas parcelas de entrada, desconto, ITBI grátis, área de lazer ampla com quadras de esportes e piscinas, entre outros.

Diferente do distrito, a sede apresenta lançamentos mais tímidos e com menos unidades habitacionais por empreendimento. Bairros como N.S. das Graças e Esplanada vem recebendo prédios de apartamentos com apenas um bloco, gerando menos impacto na verticalização dos bairros.

Problemas no trânsito

Se for considerado que cada unidade habitacional receba no mínimo 3 moradores serão mais de 6 mil novos habitantes para Santa Luzia, que pode trazer problemas para o município após a ocupação.

Os principais bairros que concentram esses empreendimentos, Chácaras Santa Inês, Del Rey e Gervásio Lara são bairros que concentram principalmente chácaras, sítios e clubes e não apresentam praticamente nenhum equipamento público (escolas, postos de saúde, praças).



Outros problemas destes bairros é relativo ao transporte e trânsito. Poucas linhas de ônibus atendem a região e mesmo se forem criadas novas linhas haverá o problema da largura das vias. As ruas destes bairros tem uma pequena largura, permitindo apenas o tráfego nos dois sentidos, sem a possibilidade de estacionamento. Congestionamentos poderão aparecer, principalmente nas entradas dos condomínios e nas vias de acesso aos bairros, que são poucas e duas são pela Avenida Brasília.

Obras de compensação, como construção de postos de saúde e alargamento de ruas, podem ser feitas a pedido da Prefeitura de Santa Luzia, mas até o momento nenhuma foi anunciada.
Tecnologia do Blogger.