Ads Top

TRE-MG anula sentença de processo contra prefeita Roseli e processo volta a justiça local



Juízes do TRE-MG entenderam que houve nulidade do processo por cerceamento ao direito de defesa da Prefeita Roseli Pimentel em razão de não houver perícia nos prints e áudios do WhatsApp utilizados no processo. Processo volta a justiça local para que seja feita a apuração nos documentos do processo.

Por Isaac Daniel - santaluzia.notticia.com



Juízes do TRE-MG entenderam que houve nulidade do processo por cerceamento ao direito de defesa da Prefeita Roseli Pimentel em razão de não houver perícia nos prints e áudios do WhatsApp utilizados no processo. Processo volta a justiça local para que seja feita a apuração nos documentos do processo.

O processo em questão foi ajuizado pelo Delegado Christiano Xavier, segundo colocado nas eleições de 2016 por entender que a prefeita usou de abuso de poder político durante o período eleitoral, ordenando a diretores de escolas municipais que fizessem campanha eleitoral durante o horário de serviço e em razão desse. A juíza Arlete Coura expediu sentença condenando a prefeita Roseli e seu vice com a cassação de seus diplomas, utilizando como provas áudios e prints de um grupo de WhatsApp em que a prefeita estaria ordenando as ações aos diretores de escolas.

O processo agora volta praticamente ao início para que sejam feitas as perícias aos documentos e assim uma nova sentença seja feita.



Tecnologia do Blogger.